Cranberry é uma frutinha vermelha que, apesar de ainda não ter um preço tão popular, aos poucos vem ganhando espaço no dia a dia dos brasileiros. Originária dos Estados Unidos, ela já é consumida há bastante tempo em países da Europa e da América do Norte.

cha-cranberry

Vem do Chile a maior parte da Cranberry que consumimos aqui. Além de ser benéfica à saúde, ela ajuda a emagrecer. Uma das maneiras de aproveitar suas propriedades é a versão chá.

Pesquisas comprovam que a ingestão da Cranberry durante um ano pode reduzir em até 35% a ocorrência de problemas urinários, como infecções e cistite.

Além disso, auxilia no combate ao Mal de Alzheimer, pois contém substâncias bioativas que protegem as células do cérebro dos danos provocados por radicais livres e das perdas das funções cognitivas.

E mais: a fruta possui vitaminas C, K e A; ácido fólico, potássio e manganês, proporcionando bem-estar e beleza muito além do que pensamos, com ganhos na produção de colágeno e elastina, essenciais para os cabelos, a pele e as unhas.

A boa notícia é que, apesar de nosso clima não favorecer o plantio de Cranberry, existem inúmeros produtos hoje no mercado feitos à base da frutinha vermelha e ácida.

Alguns trazem até outros ingredientes poderosos como o chá-verde, potencializando, assim, o efeito antioxidante da Cranberry.

São alimentos leves, refrescantes, muitos do tipo 0% calorias, Perfeitos para quem busca uma vida mais saudável e não tem tempo para preparar chás ou tem dificuldade de encontrar ingredientes naturais.

A Cranberry em cápsulas é outra forma eficiente de aproveitar os benefícios da frutinha, também conhecida como Oxicoco, Mirtilo Vermelho, Airela ou Arando-vermelho.

Vantagens no consumo de Chá de Cranberry

Estudos revelam que a proantocianidina encontrada na Cranberry pode inibir a instalação da bactéria Helicobacter pylori no estômago, evitando, assim, gastrites e úlceras.

Já os pacientes que sofrem de bexiga neurogênica, doença que afeta o controle da micção, e de incontinência urinária, neste caso para desodorizar a urina, também são beneficiados com a ingestão do Mirtilo.

Há, ainda, quem busque a Cranberry e seus derivados com o intuito de aumentar o fluxo de urina, eliminar germes, melhorar a cicatrização da pele e baixar a febre.

Enquanto portadores de diabetes tipo 2, escorbuto, síndrome da fadiga crônica e até câncer recorrem à fruta poderosa para auxiliar no tratamento de seus problemas devido ao grande nível de antioxidantes presente nela.

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose…

Embora seja considerado seguro para a maioria das pessoas, o consumo de Cranberry não deve ultrapassar os 480 ml diários recomendados.

Pessoas com alergia ao ácido salicílico (semelhante à aspirina), não estão liberadas para consumir Mirtilo, pois a fruta traz boa concentração da substância.

Abusar da ingestão de bebidas à base de Cranberry pode causar, ainda, dor de estômago e diarreia leve.

E atenção diabéticos: ao optar pelos chás industrializados de Cranberry, fiquem atentos à tabela de nutrientes, pois eles costumam conter açúcar.

Indivíduos com histórico de pedras nos rins devem se informar com seus médicos sobre a quantidade ideal de Chá de Cranberry em sua dieta.

Mas é sempre bom lembrar: tudo em excesso pode fazer mal à saúde, até as frutas, sucos e chás.

Fique bem, e até breve com mais dicas!